Foram anunciadas as datas de lançamento da versão digital e Blu-ray de The Invisible Man

Após ser lançado em VOD, The Invisible Man agora será lançado em Blu-ray e versão digital. Como foi anunciado hoje nas redes sociais do filme.

A versão digital de The Invisible Man será lançada em 12 de maio e as versões em 4K UHD & Blu-ray no dia 26 de maio.

Com conteúdos exclusivos de bastidores e cenas deletadas.

The French Dispatch teve sua data adiada
03.04.20
Matéria publicada por elisabethmossbr

A Disney anunciou nessa sexta (03) alguns filmes que serão adiados por conta da pandemia do novo Coronavírus. Entre eles está The French Dispatch, que será distribuído pela Fox Searchlight Pictures, adquirida pela Disney em 2019.

O filme dirigido por Wes Anderson, com participação de Elisabeth Moss estrearia em 24 de julho, e teria uma divulgação para o festival de Cannes, que também foi adiado.

The French Dispatch terá sua estreia em 18 de outubro ainda desse ano.

The Invisible Man é o reboot de terror e suspense mais bem avaliado da história

The Invisible Man, longa dirigido por Leigh Whannell e estrelado por Elisabeth Moss, recebeu 91% de aprovação da crítica no Rotten Tomatoes, isso faz com que o filme seja o reboot de terror e suspense mais bem avaliado no site em questão, superando até mesmo o famoso Drácula de Bram Stoker (1992), que tem 71% de aprovação da crítica.

O Homem Invisível é um reboot de um filme de 1933 que tem o mesmo nome, porém trata de outros assuntos.

Tradução da entrevista de Elisabeth Moss para a Bustle
28.03.20
Matéria publicada por elisabethmossbr

Há uma cena no último filme de Elisabeth Moss, The Invisible Man, uma atualização do clássico de terror de H.G. Wells em 1897, que é assustador e um pouco no nariz. Sentindo outra presença em um sótão escuro, a personagem de Moss, Cecilia, joga o conteúdo de um balde de tinta bem colocado em uma escada e no andar de baixo, revelando o contorno branco misterioso de um homem sem rosto olhando para ela. Seu medo de que um homem literalmente invisível – ou seja, seu ex abusivo, que supostamente está morto – a esteja perseguindo é confirmado. O problema é que ninguém mais testemunha essa revelação, e Cecilia precisa desesperadamente de provas de que não está ficando louca. É um paralelo assustador para abusos de gás e abuso emocional que, em mãos diferentes, poderia ter sido apenas mais um filme de monstro estrelado por Johnny Depp.

Mas este é um filme de Elisabeth Moss e, mais importante, uma performance clássica de Elisabeth Moss, até o rímel escorrendo. A prolífica e arriscada atriz que certa vez disse a Vulture que ela tem uma “forte atração por personagens não atuáveis” está em seu elemento como a atormentada Cecilia, toda a raiva desenfreada e (por direito) histeria. É uma performance que certamente foi exaustiva para capturar na tela e, sentada em um estúdio de Manhattan, Moss admite que está “tão fodidamente doente e cansada“. Sua entrega faz com que o sentimento pareça menos uma queixa e mais um segredo conspiratório: ela está resfriada e em seu último dia de três semanas na imprensa, o que pode tê-la desgastado tanto quanto ser arrastado pelo chão por uma pessoa. dublê vestindo um terno de tela verde. Uma garrafa de água cheia de suco de laranja está sobre a mesa de café à nossa frente; ela se recosta para descansar os pés na beirada. “Oh, graças a Deus“, diz ela quando eu explico que vou gritá-la com as coisas invisíveis e não ditas em sua própria vida. “Eu gostaria de fazer algo diferente.

Sobre seu povo favorito em Hollywood e a carreira que ela não seguiu
Qual é o papel que você não conseguiu e ainda pensa?

No ano em que fiz o teste para Mad Men, havia dois pilotos por aí. Eles estavam em Nova York e eram os melhores pilotos. E um deles era Mad Men e um deles não deveria ser mencionado. E todo mundo fez o teste, todo mundo queria estar naquele – o outro – porque tinha um escritor famoso e parecia muito legal.

Então isso foi … 2006, 2007?

[risos] Sim, entenda … e eu me lembro de entrar naquela audição para aquela que não deveria ser nomeada, e havia tantas atrizes bonitas lá dentro, todo mundo [parecia] simplesmente incrível, magro e lindo. E eu fiquei tipo: “Eu não sou essa pessoa, não estou entendendo isso.” E eu peguei Mad Men, e então o outro piloto acabou sendo cancelado depois de uma meia temporada.

Quem é alguém que você gostaria de ver mais nos papéis principais?

Merritt Wever – acho ela incrível. Há outra atriz, Marin Ireland, que eu amo … Michael Stuhlbarg é alguém que eu acho que está sempre fazendo o melhor trabalho. Eu definitivamente acho que ele é alguém que deveria estrelar todos os filmes. Connie Britton.

O que as pessoas não perguntam sobre o que você gostaria que elas fizessem?

Recebo tantas perguntas, sinto que todo mundo cobre tudo! Eu acho que a única coisa que vem à mente é que, quando você é ator e é a estrela de alguma coisa, muita atenção continua sendo a pessoa famosa e a pessoa do filme. Mas há tantas pessoas que [trabalham em] um projeto que, se não realizassem seu trabalho de maneira brilhante, ninguém se importaria com o que eu faço, e ninguém iria querer falar comigo. Assim, nosso extrator de foco no Handmaid’s é como o extrator de foco mais brilhante do mundo. E você não entende – se eu não estou focada, não podemos usar [o take]. Não importa o que eu faça.

Qual o caminho que você não seguiu que mudaria onde está hoje?

Eu queria ser dançarina. Por 10 anos, eu treinei balé, dos 5 aos 15. Definitivamente, eu faria qualquer um – isso ou atuação. Eu realmente não tinha certeza. Você poderia ter me perguntado em uma certa idade e eu teria dito que seria dançarina e não atriz.

Houve um momento definitivo que fez você escolher atuar em vez de balé?

Definitivamente. Eu acho que não entrei em uma escola na qual queria entrar e que foi um momento do tipo: “OK, eu vou ter que me curvar, trabalhar muito e tentar de novo … ou talvez eu deva cursar um caminho diferente. ” É realmente de partir o coração e é difícil quando você treina a vida inteira e tem seus objetivos e sua mente definidos em uma determinada escola ou empresa e você não entra.

Provavelmente, eu poderia ter trabalhado duro, aguardado e tentado novamente, mas fiquei tipo: “Sabe, talvez seja uma boa hora para pensar no que realmente quero fazer, e quero passar o próximo ano da minha vida? fazer deste meu objetivo? ” Foi uma grande escolha, mas acho que na época também era bastante óbvio. Por fim, eu não conseguia me ver não agindo. E eu podia me ver não dançando, e esse foi o fim disso.

E você já estaria aposentada agora, provavelmente.

Era o que eu estava prestes a dizer. Agora, aos 37 anos, se eu não tivesse me machucado, se tivesse acabado sendo realmente boa, se tivesse acontecido todas essas coisas que não estão sob meu controle necessariamente, talvez estivesse chegando ao fim da minha carreira. Se tudo tivesse corrido muito bem.

Você ainda vê balé?

Sim, vou muito ao Ballet da cidade de Nova York. E ABT [American Ballet Theatre]. Eu ainda acho que é a coisa mais linda.

Qual projeto você apagaria do seu IMDb?

Oh Deus. Quero dizer, nenhum deles. É claro que há coisas que eu fiz que mais me orgulho do que outras.

Existe algo realmente bobo em que você se lembra de estar?

Eu fiz toneladas de bobagem.

Você nunca esteve em um filme da Hallmark ou algo assim? Isso seria divertido.

Não, mas eu estive em um filme da vida. Mas todos são trampolins, certo? E são todas as maneiras pelas quais você chega a algum lugar. Faz apenas cinco, seis, sete anos que eu sou capaz de ser muito mais exigente e realmente ir para o que quero e produzir meus próprios projetos. Antes disso, fiz o que consegui.

Em mensagens de texto, Instagram e vegetais que ela odeia
Quando é permitido fantasmar alguém ou deixá-lo na leitura?

Eu acho que quando faço é quando fico super ocupada e focada em alguma coisa. Às vezes, quando estou realmente envolvida em um projeto e há muita coisa acontecendo, posso ser um pouco relaxada ao retornar [mensagens]. Eu tento com meus amigos mais próximos e com minha família e, obviamente, tento me certificar de fazer o check-in.

Que tipo de texto você é? Você é uma grande respondedora ou uma respondente de uma palavra?

Eu não amo falar ao telefone, então eu amo mensagens de texto. Acredito firmemente que você pode enviar mensagens de texto sobre qualquer coisa. E eu sou uma boa e-mail. Posso enviar meus pensamentos por e-mail muito bem. Às vezes, quando você está cansado, a última coisa que você quer fazer é ligar para o telefone, mas você pode escrever um e-mail ou texto.

Eu acho que fantasma é uma coisa totalmente boa de se fazer também.

Eu acho que às vezes fantasmas é realmente a decisão certa e tem uma má reputação.

Eu acho que você é responsável por quem você quer se comunicar, isso é tudo.

Qual é a sua escolha de moda que você nunca refaria?

Dr. Scholl. Os tamancos, você se lembra deles? Os tamancos que eu realmente gostei por um tempo, e eu sinto que eles eram brutalmente desconfortáveis. Eu sei o que eu nunca faria – eu nunca fiz Crocs. Eu simplesmente não consigo falar com os Crocs. No entanto, trabalho exclusivamente em Uggs, por isso não sou uma esnobe.

Que bebida você nunca pediria?

Vinho doce ou bebidas doces depois do jantar. Tipo, um vinho de sobremesa é nojento. Eu amo seco e amo coisas que têm uma mordida neles.

O que é uma comida que você se recusa a comer?

Costumo me recusar a comer a maioria dos vegetais. Não consigo comer abobrinha e brócolis. Eles não são bons. O fato de estarmos todos fingindo que são bons é ridículo. Eles não são bons – eles são bons para você, eu entendo isso.

Qual é uma tendência de mídia social em que você nunca se vê pulando?

Twitter, eu não posso fazer. TikTok, eu não entendo o que é até hoje. Eu sinto que os Boomerangs vão nos morder, porque vamos ter todos esses pequenos vídeos e não sabemos o que fazer com eles. [Com] histórias do Instagram, preciso que meu assistente as faça porque não entendo e levaria uma hora e meia para postar alguma coisa – há muitas opções com os filtros e outras coisas. Adoro, mas fico muito animada.

O que é um programa de TV que você nunca assiste?

Eu assisto tudo e não sou esnobe. Eu quase diria uma novela, mas eu fico tipo, sabe o que? Eu provavelmente poderia ir até novelas. Tipo, por que você não assistiu isso? Aparentemente, eles são ótimos.

Eu não sou um grande observador de notícias. Eu li as notícias, mas esse ciclo de notícias de 24 horas é muito exaustivo.

Sobre seu maior medo e o que estava faltando em sua infância
O que é algo que assusta você que você não pode ver?

Isso é muito mais sombrio do que você provavelmente precisa, mas acho que perder pessoas que você ama.

Qual é uma característica que seu parceiro não deve ter?

Crueldade.

O que você gostaria que as pessoas soubessem sobre você?

Acho que as pessoas pensam quando você é ator que talvez tenha uma vida mais extravagante do que você. E eu definitivamente não. [Eles pensam] que você dirige em carros chiques o tempo todo, ou usa coisas chiques. Tipo, essas não são minhas roupas [movimentos para a roupa dela]. Literalmente, este é o meu anel e é isso. Minha vida é muito mais normal e muito mais moderada do que as pessoas pensariam.

O que você gostaria que as pessoas não soubessem sobre você que elas já fazem?

Não há nada que eu gostaria que as pessoas não soubessem, honestamente. Quero dizer, eu realmente não me importo. Também há muitas coisas que as pessoas não sabem, então eu não sinto que estou …

… Você não se sente superexposta.

Sim, eu mantenho um pouco de privacidade.

Qual dos sentidos você desistiria se tivesse que escolher um?

Acho cheiro, porque eu não poderia viver sem visão ou som, ou – desculpe, eu não deveria dizer isso. Eu certamente não gostaria. O toque é muito bom. Então eu acho cheiro. Seria péssimo, mas se eu precisasse.

O que você sente como se tivesse perdido o crescimento?

Ter um armário. Eu sempre quis ter um armário. Eu assistia Minha chamada vida e salva pelo sino, onde você tem um armário e você o decora e coloca qualquer merda nele, e você tem um cadeado.

Você já desempenhou um papel em que seu personagem tinha um armário?

Provavelmente. Mas nunca de verdade.

Em que você acredita que não pode provar?

Oh meu Deus, isso é tão difícil … Oh, eu sei! Não acho que o desinfetante para as mãos funcione. Eu acho que você tem que lavar as mãos. Eu acho que você tem que lavar as mãos e lavá-las cuidadosamente com água morna e sabão. Portanto, não tenho certeza de que o desinfetante para as mãos funcione. Lá vai minha campanha publicitária Purell.

Texto Original: Bustle

Texto Traduzido por: Equipe Elisabeth Moss Brasil

Elisabeth Moss conta em entrevista que gostaria de estar em um filme de comédia romântica

Em entrevista durante a press tour de The Invisible Man, filme que foi grande sucesso de crítica e bilheteria, Elisabeth Moss contou que gostaria de participar de um filme de comédia romântica, ou criar alguma série de comédia:

Eu adoraria fazer uma comédia romântica mas ninguém quer que eu faça isso! Eles só querem que eu faça coisas doentias e desafiadoras. E eu entendo isso, eu amo isso, mas eu adoraria fazer um show cômico realmente inteligente.” disse a atriz para o The Telegraph.

Elisabeth ainda disse que está viciada nas séries Fleabag e Barry, e gostaria de desenvolver projetos na mesma linha de comédia.